Domingo, 28 de Setembro de 2008

CREPÙSCULO

 

 
 O crepúsculo é um tempo de partilhar.
 
 De dar as mãos e perceber
o odor suave e o frescor da terra,
a profusão de cores, criando matizes
no encontro sereno de dois mundos.
 
 O dia que, lentamente, apaga suas luzes,
rendendo-se aos encantos
e doçuras do anoitecer.
 
Magia da hora em que todas as coisas
perdem suas linhas e formas,
e mergulham seu volume na escuridão.
 
 O crepúsculo é um tempo de sentir.
 
 De sentir a vida, de mergulhar no passado,
tocar no presente, sonhar no futuro,
encontrar-se no espaço,
viajar nos sonhos...
 
 Momento sem tempo, sem sombras,
sem laços, sem nuvens, sem sons...
A mágica do instante
que traz todo o tempo para um tempo só.
 
O crepúsculo é um tempo de encontro.
De tornar-se um com todo o universo,
acender sua própria luz na suave escuridão,
fazer silêncio e escutar a noite,
abrir o espírito, entender seus mistérios,
encontrar, sem véus, o próprio coração.

 

publicado por saozinhasimoes às 17:17

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Sábado, 20 de Setembro de 2008

A DIFICULDADE DE AGRADAR A TODOS

 

 

Muitas pessoas se comportam da forma que imaginam que agradará a todos.

Esta metáfora nos fala da impossibilidade de realizar este objectivo e sobre
a necessidade de confiarmos em nosso julgamento interno.


Em pleno calor do dia um
pai andava pelas poeirentas ruas de Keshan junto com seu filho e um jumento.

O pai estava sentado no animal, enquanto o filho o conduzia, puxando a montaria com uma corda.

"Pobre
criança!" Exclamou um passante, "suas perninhas curtas precisam esforçar-se para não ficar para trás do jumento.

Como pode aquele homem ficar ali sentado tão calmamente sobre a montaria,
ao ver que o menino está virando um farrapo de tanto correr.

O pai tomou a sério esta observação, desmontou do jumento na esquina seguinte e colocou o rapaz sobre a sela.

Porém não passou muito tempo até que outro passante erguesse a voz para dizer:

Que desgraça! O pequeno fedelho lá vai sentado como um sultão, enquanto seu velho pai corre ao lado.

Esse comentário muito magoou o rapaz, e ele pediu ao pai que montasse também no burro, às suas costas.

Já se viu coisa como essa? Resmungou uma mulher usando véu. Tamanha crueldade para com os animais!

O lombo do pobre jumento está vergado, e aquele velho que para nada serve e seu filho abancaram-se como se o animal fosse um divã.

Pobre criatura! "Os dois alvos dessa amarga crítica entreolharam-se e, sem dizer palavra, desmontaram.

Entretanto mal tinham andado alguns passos quando outro estranho fez troça deles ao dizer:

Graças a Deus que eu não sou tão tolo assim!


Por que vocês dois conduzem esse jumento se ele não lhes presta serviço algum, se ele nem mesmo serve de montaria para um de vocês?

O pai colocou um punhado de palha na boca do jumento e pôs a mão sobre o ombro do filho.

"Independente do que fazemos", disse, sempre há alguém que discorda de nossa acção.

Acho que nós mesmos precisamos determinar o que é correcto".
 
publicado por saozinhasimoes às 21:50

link do post | comentar | favorito
Domingo, 14 de Setembro de 2008

NÃO CORRA ATRÁS DAS BORBOLETAS

 

 Muitas vezes, passamos um longo tempo de nossas vidas correndo desesperadamente atrás de um amor, de um emprego, de uma casa, de uma amizade... E não conseguimos!

Será que não conseguimos mesmo ou não percebemos os sinais que recebemos... de que ainda não estamos prontos!
Preste atenção nesta mensagem sobre borboletas... ela vai te ensinar muito.

"Não corra atrás das borboletas.
Cuide do seu jardim e elas virão até si!
Devemos compreender que a vida segue seu fluxo e que ele é perfeito.
 
Tudo acontece no seu devido tempo.
Nós é que nos tornamos ansiosos e estamos constantemente querendo empurrar o rio.
Calma!

O rio vai sozinho, obedecendo o ritmo da natureza...
Se passarmos todo o tempo desejando as borboletas e reclamando porque elas não se aproximam da gente, mas vivem no jardim do nosso vizinho, elas realmente não virão.

Mas, se dedicarmos a cuidar do nosso jardim, a transformar o nosso espaço, a nossa vida, num ambiente agradável, perfumado e bonito, será inevitável...
As borboletas virão até a nós...

Dê o que tem de melhor e a vida lhe retribuirá.
 
Desconheço a Autoria

 

 

tags:
publicado por saozinhasimoes às 18:31

link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 9 de Setembro de 2008

SINCERIDADE

 

Você sabia que a palavra "sincera" foi inventada pelos romanos?
 
Eles fabricavam certos vasos com uma cera especial tão pura e perfeita que os vasos se tornavam transparentes.
 
Em alguns casos era possível distinguir os objectos guardados no interior do vaso.
 
Para um vaso assim, fino e límpido, diziam os romanos:
 
Como é lindo! Parece até que não tem cera!
 
"Sine cera" queria dizer "sem cera", uma qualidade de vaso perfeito, finíssimo, delicado, que deixava ver através de suas paredes.
 
Com o tempo, o vocábulo "sine cera" se transformou em sincero e passou a ter um significado relativo ao carácter humano.
 
Sincero é aquele que é franco, leal, verdadeiro, que não oculta, que não usa disfarces, malícias ou dissimulações.
 
A pessoa sincera, à semelhança do vaso, deixa ver através das suas palavras os nobres sentimentos do seu coração.
 
Assim, procuremos a virtude da sinceridade em nossos corações. Sim, pois na forma de potencialidade ela está lá, aguardando o momento em que iremos despertá-la, e cultivá-la em nossos dias.
 
Se buscamos a riqueza do espírito, esculpindo seus valores ao longo do tempo, devemos lembrar da sinceridade, deste revestimento que nos torna mais límpidos, mais delicados.
 
Por que razão ocultar a verdade, se é a verdade que nos liberta da ignorância?
 
Por que razão usar disfarces, se cedo ou tarde eles caem e seremos obrigados a enfrentar as consequências funestas da mentira?
 
Por que razão dissimular, se não desejamos jamais ouvir a dissimulação na voz das pessoas que nos cercam?
 
Quem luta para ser sincero conquista a confiança de todos, e por consequência seu respeito, seu amor.
 
Quem é sincero jamais enfrentará a vergonha de ser descoberto em falsidades.
 
Quem luta pela sinceridade é defensor da verdade do Cristo, a verdade que liberta.
 
 
Sejamos sinceros, lembrando sempre que esta virtude é delicada, é respeitosa, jamais nos permitindo atirar a verdade nos rostos alheios como uma rocha cortante.
 
Sejamos sinceros como educadores dos nossos filhos. Primemos pela honestidade ensinando-lhes valores morais, desde cedo, principalmente através de nossos exemplos.
 
Sejamos sinceros e conquistemos as almas que nos cercam.
 
Sejamos o vaso finíssimo que permite, a quem o observa, perceber seu rico conteúdo.
 
Sejamos sinceros, defensores da verdade acima de tudo, e carreguemos connosco não o fardo dos segredos, das malícias, das dissimulações, mas as asas da verdade que nos levarão a voos cada vez mais altos.
 
Por fim, lembremo-nos do vaso transparente de Roma, e procuremos tornar assim o nosso coração.
 

 

 

publicado por saozinhasimoes às 23:16

link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 5 de Setembro de 2008

A BOMBA DE AGUA

 

Contam que um certo homem estava perdido no deserto, prestes a morrer de sede. Foi quando ele chegou a uma casinha velha – uma cabana desmoronando – sem janelas, sem teto, batida pelo tempo. O homem vagueou por ali e encontrou uma pequena sombra onde se acomodou, fugindo do calor do sol desértico.

Olhando ao redor, viu uma bomba a alguns metros de distância, bem velha e enferrujada. Ele se arrastou até ali, agarrou a manivela, e começou a bombear sem parar. Nada aconteceu. Desapontado, caiu prostrado para trás e notou que ao lado da bomba havia uma garrafa. Olhou-a, limpou-a, removendo a sujeira e o pó, e leu o seguinte recado: "Você precisa primeiro preparar a bomba com toda a água desta garrafa, meu amigo. PS.: Faça o favor de encher a garrafa outra vez antes de partir."

O homem arrancou a rolha da garrafa e, de fato, lá estava a água. A garrafa estava quase cheia de água! De repente, ele se viu num dilema: Se bebesse aquela água poderia sobreviver, mas se despejasse toda a água na velha bomba enferrujada, talvez obtivesse água fresca, bem fria, lá no fundo do poço, toda a água que quisesse e poderia deixar a garrafa cheia para a próxima pessoa... mas talvez isso não desse certo.

Que deveria fazer? Despejar a água na velha bomba e esperar a água fresca e fria ou beber a água velha e salvar a sua vida? Deveria perder toda a água que tinha na esperança daquelas instruções pouco confiáveis, escritas não se sabia quando?

Com relutância, o homem despejou toda a água na bomba. Em seguida, agarrou a manivela e começou a bombear... e a bomba começou a chiar. E nada aconteceu!

E a bomba foi rangendo e chiando. Então surgiu um fiozinho de água; depois um pequeno fluxo, e finalmente a água jorrou com abundância! A bomba velha e enferrujada fez jorrar muita, mas muita água fresca e cristalina. Ele encheu a garrafa e bebeu dela até se fartar. Encheu-a outra vez para o próximo que por ali poderia passar, rolhou-a e acrescentou uma pequena nota ao bilhete preso nela: "Creia-me, funciona! Precisa de dar toda a água antes de poder obtê-la de volta!"

Podemos aprender coisas importantes a partir desta breve história:

1. Nenhum esforço que faça, será valido, se ele for feito da forma errada. Pode passar a sua vida toda tentando bombear algo quando alguém já tem reservado a solução para si. Preste atenção à sua volta! Deus está sempre pronto a ajudá-lo na sua necessidade!

2. Ouça atentamente o que Deus tem a dizer através da Bíblia e confie. Como esse homem, nós temos as instruções por escrito à nossa disposição. Basta usar.

3. Saiba olhar adiante e compartilhar! Aquele homem poderia ter se fartado e ter se esquecido de que outras pessoas que precisassem da água pudessem passar por ali. Ele não se esqueceu de encher a garrafa e ainda por cima soube dar uma palavra de incentivo. Preocupe-se com quem está próximo de si e lembre-se que só poderá obter água se a der antes. Cultive os seus relacionamentos, e dê o melhor de si!

 

publicado por saozinhasimoes às 20:58

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Fevereiro 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29

posts recentes

A REDE

FELIZ ANO NOVO

FELIZ NATAL

SABEDORIA

OS AMIGOS

A ESSÊNCIA DA FELICIDADE....

SOMENTE POR SER MULHER

A MÁGICA OPÇÃO

AMOR, PERDAS, PARTIDAS E ...

...

arquivos

Fevereiro 2012

Dezembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Abril 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Abril 2010

Março 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

links