TRADUÇÃO

Domingo, 7 de Maio de 2006

DIA DA MÃE

Hoje celebra-se o dia da mãe.

Em toda a parte este dia celebra-se com muita pompa. Isto é recomendável e muito justo.

A nossa mãe merece todo o nosso amor. Foi através dela que Deus nos concedeu a vida e é ela que nos conduz pelos caminhos da vida, desejando para nós apenas o bem.

A vida é dom mais precioso que temos, dom tão precioso que ninguém nos pode privar dela. Se alguém o fizer, age contra o direito da pessoa humana e contra a vontade de Deus.

Mas como celebrar o Dia da Mãe?

É claro, do melhor modo possível. Há diversos modos de celebrá-lo.

Muitos o celebram de um modo convencional e outros com o amor do coração.

Os que celebram de um modo convencional dão presentes, escrevem postais, dizem palavras bonitas, mandam flores, dão abraços e beijos.

Tudo isso tem, muito significado. Mas não é nada disso que importa às mães. Os filhos que fazem apenas isso fazem pouco e não fazem o que as mães mais esperam deles.

É o amor do coração que dá sentido a tudo o que as mãos entregam e a tudo o que as palavras dizem. Nenhum presente vale mais do que o amor do coração!

O que é o amor do coração?

É respeito e reconhecimento; é afeição; é doação sem reservas; é levar felicidade; é pagar amor com amor; é querer ser bom e ir mais além.

Se no dia de hoje há mães que se sentem gratificadas e cantam com a alma cheia de alegria, porém há muitas outras que choram as lágrimas mais amargas. O esquecimento é a coisa que mais dói no coração de quem ama.

Há filhos que se esquecem da sua mãe. Isso dói. Mas o que mais dói num coração de mãe é o facto de não se levar em conta a altíssima dignidade de ser mãe por ser pobre, por não ter abrigo, por ser ignorante, por ter feito erros e tido falhas.

Não foi o destino que as fez assim para serem excluídas e privá-las das mais justas alegrias. É uma série de injustiças sociais, que não lhes permite ter hoje e em nenhum dia da vida as alegrias que todas as mães merecem ter!

Deixo aqui a mensagem de uma mãe ao seu filho: "O melhor modo que podes ter de amar-me é amar em mim todas as mães. Crê meu filho, que de certa forma não sou só eu que sou tua mãe"!  

publicado por saozinhasimoes às 19:38

link do post | comentar | favorito

Fevereiro 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29

posts recentes

A REDE

FELIZ ANO NOVO

FELIZ NATAL

SABEDORIA

OS AMIGOS

A ESSÊNCIA DA FELICIDADE....

SOMENTE POR SER MULHER

A MÁGICA OPÇÃO

AMOR, PERDAS, PARTIDAS E ...

...

arquivos

Fevereiro 2012

Dezembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Abril 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Abril 2010

Março 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

links

MUSICA


Contador Grátis
myspace layouts, myspace codes, glitter graphics